Consumo

Mata-me
Este consumo
Ansiedade
Suicida
Me assola
Dia a Dia.
Toma-me
De assalto
Forte angústia,
O medo
Louco e surdo
Dá vazão a
Minha irá.
Dias estes,
Fúnebres,
Pelos fatos.
Meus anseios
E meus temores
Tem motivos
Correlatos
Desespero
E esperança
Se sucedem
Paulatinos
Nesse ágon
Lancinante
Que costumo
Chamar vida.

Lucas Lima