Chão

Falta-me 

Chão.

Desconfio que 

Falta a todos.

Mas o fato

É que agora

Ele me falta.

Quem,

De consciência tranquila,

Pode afirmar algo?

Quem,

Sem macular

Sinceros pudores

Pode crer?

Me parece 

Adequado,

Pouco saber.

Me parece puro,

Só receber,

Os ventos uivantes

No rosto.

Os murros da vida

E o desgosto,

De cada dia 

Que parece sem fim

De questionar aos céus

E nunca ouvir sim.

Falta-me chão…