Incólume

Eu sempre

Estive em estado de

Ansiedade.

Eu vejo agora

O desfiladeiro 

Pelo qual,

Incólume, 

Trafeguei trôpego.
Vejo agora

O limiar

Entre a terra firme

E o precipício.
Traz-me a idade

O medo,

A necessidade 

De segurança. 

E é tão chocante

Este receio

Que por ora

Somente quero 

Pousar em campos

Contemplar prados

Sentir o sol.