Perene

Imortalizo-me
No insulto que faço
Ao silêncio
Eternizo-me
Nas laudas
Que escrevo
Me perenizo
Nas ideias
Que propago.
Desejo
Intensamente
Para sempre
Estar vivo
Na memória
Nas letras.
Nos gritos
Que ecoam
Pelo cosmo.
Por mera
Vaidade
Por simples
Desejo
Por puro
Capricho
Eu teimo
E eu vivo.

Lucas Lima