O Gado

O gado é sempre
Bem vindo.
Dele extrai-se o couro
A carne, o leite.
Dele, até o chifre
se faz útil.
Dos seus passos,
o carro e o arado.
Não haverá
Em nenhum latifúndio
Quem duvide da importância
Do gado.
Somente ele ignora
Seu tamanho, sua força
E se sente grato
Pela oferta do pasto.
E as cercas que o protegem
Do mundo,
Para o qual, tão somente
Se justifica estar vivo.