Deletério

O que nos mata
É a vida.
Mais que outras,
Esta, que nos cala.
O que nos mata
É o dia
Que ilumina e mostra
Quanta sombra, ainda há.
O existir é deletério
Mas é o que nós temos.
Por um dia, por um sopro,
Pelo menos, por agora.

Lucas Lima