Flores

Quanto mais a vida dói
Mais sinto que preciso
Buscar conhecimento.
Quanto mais a vida dói
Mais sinto que preciso
discernimento.

Saber quem é amigo
Achar o inimigo.

Não te iludas, incauto
Não há polarização
Sempre estivemos
Em lados e classes
Opostos.
Se antes não nos falavam,
Se antes não nos deixavam
Soltar a nossa voz,
Hoje, não nos calaremos!

Vejo nossos algozes
Vejo crimes atrozes
Vejo a mordaça que teima
Querer nos calar.

Não mais, não mais!

O delivery da morte,
Pelo telefone, pelo
Interfone.
Há de sucumbir
Às flores.
Para não dizerem,
Que não falei delas,
As flores.

Lucas Lima