E

E se eu tivesse nascido em
Mil novecentos e trinta e cinco
E se eu tivesse não nascido.
O que seria do mundo?
Provavelmente a mesma porcaria.
Mas, eu não seria essa coisa semi
Desforme.
Semi formatada.
Esse resto de aborto mal sucedido.
Mesmo nunca tendo sabido dessa tentativa
Por parte de minha genitora.
Tenho uma bomba relógio
Prestes a explodir,
Dentro de mim.
O que faço?
Teimo existir.
Viver é uma dádiva
Tão incrivel,
Que não ouso dar um passo
Que não seja,
Em busca de minha real
Consumação.

Lucas Lima