Efêmera

Efêmera beleza,Casual encontro.Causal impermanência.Segue o fluxo,Sigamos nós,Rumo ao não sabido.Declino à morte,Eternizando o traço,E o texto.De resto,Pouco sei sobreO que resta,Após o últimoSuspiro.Bela é a vidaEm sua efemeridadeDe tão pouca,Se …

Eu sou

Se queres saber quem sou eu,Olhe para dentro de si.Eu sou o vento que sopra na história,Eu sou o espírito da época,E o que transcende a todos os tempos.Eu sou …

Morbo Peculiar

Risco um solNo meu céu cinza.Tolo esforço,Alumiar o entorno.Falta-me o brilho,Falta-me o viçoO breu me tinge.Recolher cacos,Extirpar estilhaços.DestemperoE descompasso.Seis lustros de vida,E, doravante,Apenas arrastoO peso das minhasPernas.Numa estrada estreitaDemais pra …

Desconforme

Desconforme,Disforme,Inadequado,Prolixo.ArrastoPernas e doresNo passeio público.Carrego medos,Amor e lágrimas,Sob a lividez da face.Caudilho de sentimentos,Transbordo em danos a mim mesmo,A ira da derrota plena.O que me era caro, e escapou-me casto,Segue …

Para que poesia?

Se em voltaTudo é terra arrasada.Se os gritos se calamE o silêncio berraClamando mudança,Mas ela nunca chega.Se meus passos vão em direçãoAo abismo da incertezaSe nem mesmoO espantamentoCausa rebuliço, Para …

Fragmentos

Ideias soltasMemórias falhasSonhos desconexosGritos silenciososDesejos reprimidosAmores destruídosCoração dilacerado.Esperança morta,Fé abalada.Hoje, eu não souExatamente eu.Sou um apanhadoSou eu, minhasCircunstâncias,E inconclusosFragmentos.

Bons amigos

Saudade de vê-los,Amigos que amo,Parentes agradáveis.Que passe a pandemia!Descobri o poder do abraçoE de sentar para um papoQuando não mais pudeFazê-lo.Muito da vida,Assim acontece:O valor conhecemos,Daquilo que nos foiCeifado.Sigamos! Lucas …

Perecível

Irremediavelmente corrompidoObservo atônito a grandeLoucura no mundo.Loucura essa, não oriunda deExcêntricidade ou desatinoTão só, e apenas, pelo meroEfeito de estar vivo,E perceber-me perecível. Lucas Lima

O livro

Uma vida escritaÀ lágrima, suor e sangueDias cavando poçosNadando em mangue Triunfar é gritar pro vazioDerramar sobre o solo seu cio. Toda a força que tensCai por terraQuando falta o …

Mortos, todos mortos!

CloroquinaBolsonaroÁlcool gelMáscaraQuarentena,Compras hiperfaturadas,Mortes.Muitas mortes!Medo, dor, cansaçoFilhos de uma puta!Políticos em guerraDe egos.CloroquinaReceitas esdrúxulasSolidão.ClaustrofobiaInsanidadeIncompreensão.Mortes, muitas mortes!Algo em todos nós morreÀ cada vítimaÀ cada negacionista!À cada explorador.Cloroquina.Mortes, muitas mortes.Chôro sufocado,Transbordo, depressão.Ansiedade,Remédio de …