Deságue

Pétalas, Todo o amor Transborda. Feliz Ao meu modo… Não sei dizer O quanto sonhar É melhor, Que viver O acordar em ti. Sorri ao matar meu último suspiro. Toco …

A morte é doce

(Minhas apologias aos delírios oníricos do Rolfsen) Diante dos males Do mundo Uma notícia Vinda do reino Dos sonhos Me tranquiliza. Um amigo Em onírico transe, Quase saudoso, Nos traz …

Escasso

Escasso Como o espaço Entre dois Segundos Escasso Como o espaço Entre dois Agudos. Escasso Como o espaço Entre dois Perdidos Escasso Como o espaço Entre dois Gemidos. Escasso, Viver …

Espelho

Desejo que o sol Beije sua pele Assim que abras A janela do teu quarto. Que sorrias ao ver Desabrochar a flor, Ou ao lhe sorrir um cão, Enquanto lambe …

Consummatum Est

Toca o fundo mais profundo Dos meus medos Aprofunda a chaga que me sangra Deposita as dores Que propagas No rol Do teu insano Desespero. Desocupa o antro em que …

Por Marielle, por nós

Hoje não tem poema Hoje não tem poesia Hoje não tem canto Hoje não tem sorriso Hoje tem nó na garganta Hoje tem perplexidade! Não apenas porque Marielle foi morta …